Fecha límite para el envío de resumenes: 21/Abril/2024

ESTUDO DO AVANÇO DE INJEÇÃO EM UM MOTOR DUAL DE IGNIÇÃO POR COMPRESSÃO UTILIZANDO GÁS NATURAL E BIODIESEL EM PROPORÇÕES VARIADAS. 

Área temática: Termofluidos, 

Palavras-chave: Avanço de Injeção; Gás Natural; Biodiesel; Vibração; Sensor Piezoelétrico 

Resumo 

O presente trabalho tem como objetivo estudar o avanço de injeção de Diesel/biodiesel em um motor de combustão interna do ciclo Diesel trabalhando com Gás Natural e Diesel/biodiesel em proporções variadas. O fato de se utilizar essa mistura decorre da possibilidade de redução de emissões como também no custo envolvido, haja vista o GNV é mais barato quando comparado ao diesel/biodiesel. Trata-se de um trabalho experimental em que foi desenvolvido usando uma técnica de análise de vibração para a determinação do delay de ignição. Para isso, foi utilizado um motor MWM 4.07 TCE a Diesel com injeção eletrônica onde foi acoplado um sensor de detonação utilizado em motor do ciclo Otto equipado com injeção eletrônica de combustível. Um circuito eletrônico com microprocessador, amplificador, filtro e comparador foi construído e instalado para condicionamento do sinal proveniente do sensor de detonação. O sinal do sensor piezoelétrico foi comparado com o sinal de abertura do injetor de combustível para a determinação do avanço de ignição. O estudo foi realizado no Laboratório de Ensaios de Motores e Emissões-LEME da Universidade Federal da Paraíba-UFPB. Trata-se de uma técnica não invasiva e de baixo custo baseada em equipamentos simples e de fácil aquisição sem alterar a originalidade do motor. A determinação do retardo de ignição impacta no ajuste do avanço de ignição para alcançar a combustão o mais próximo possível do ideal, melhorando a eficiência térmica do motor, reduzindo a emissão de poluentes e também custos envolvidos com combusbível. 

Referências 

1. BUI, T. T. et al. A review on ignition delay times of 2, 5-Dimethylfuran. Energy Sources, Part A: Recovery, 

Utilization, and Environmental Effects Vol. 44, 2022. 

2. DENTOM, T. Advanced Automotive Fault Diagnosis. Automotive Technology: vehicle maintenance and repair. 

4th Ed. Routledge, Taylor & Francis Group – London and New York, 2017. 

3. DENG, F., et al. Ignition Delay Time and Chemical Kinetic Study of Methane and Nitrous Oxide Mixtures at 

High Temperatures. Energy Fuels, 2016;30: 1415-1427. 

4. FREITAS, V.and SILVA, J.. Sensor de Vibração Mecânica Utilizando Plataforma Arduino e Material Piezoelétrico. Mossoró-RN, 2017. 

5. GUEDES, A. D. M.. Experimental Study on the Impact of Ethanol on Diesel-Biodiesel-Ethanol Blends on 

Compression Ignition Engines [Dissertation]. Rio de Janeiro, Brazil: Pontifical Catholic University-PUC-RJ, 

2017. 

6. GUPTA, H. N.. Fundamentals of Internal Combustion Engines. 2ª. ed. India: Prenice-Hall, 2009. 

7. HEYWOOD, J.B.. Internal combustion engine fundamentals. New York: McGraw-Hill; 1988. 

8. KOBASHI, Y. et al. EGR gas composition effects on ignition delays in diesel combustión. Fuel Vol. 281, 2020, 

118730 

9. LATA, D.B. and Misra, A.. Analysis of ignition delay period of a dual fuel Diesel engine with hydrogen and 

LPG as secondary fuels. International journal of hydrogen energy v. 36 (2011), p. 3746 a 3756. 

10.MANUAL, Variador de Avanço Tury T30 disponível em: ads/MANUAL%20T30_REV.02.1470313198.pdf
https://tury.com.br/downlo
11. MARTINS, J.; Motores de Combustão Interna. Porto-Portugal: Publindústria, 2016.

12. NUSC, Monografia Tecnológica, Manual para Análise de Transdutores Piezelétricos, 1978.

13. OLIVEIRA, A., et al. Características de combustão, desempenho e emissões de um gerador de energia a diesel

alimentado por misturas de etanol B7. Tecnologia de Processamento de Combustíveis, 2015; 139: 67–72

es_ES
Area de Usuario

Regístrate con tu correo y contraseña para acceder al panel de usuario y ser parte del CIBIM.

Si ya estás registrado, ingresa con tu correo y contraseña.