Fecha límite para el envío de resumenes: 21/Abril/2024

Nos processos de fabricação por usinagem as tensões residuais advêm da combinação dos esforços mecânicos do
contato ferramenta/peça e o calor gerado no processo. Os parâmetros de corte, bem como a geometria das
ferramentas de corte empregadas influenciam na obtenção de diferentes campos de tensões residuais. Assim sendo,
o processo de torneamento introduz tensões residuais nos componentes fabricados, que dependendo da natureza,
distribuição e magnitude, podem ser benéficas ou deletérias influenciando a vida em serviço e a resistência à fadiga
da peça. O presente trabalho tem como objetivo avaliar a influência do emprego de diferentes geometrias de
ferramenta de corte nas tensões residuais, nas forças de corte e na integridade superficial geradas no torneamento
dos aços AISI 4340 e AISI 1050 com insertos de metal duro. A análise das tensões residuais foi realizada por
difração de raios-X (XRD), pelo método do sen²ψ e as tensões foram correlacionadas com sinais de ruído
magnético Barkhausen (RMB). Por fim, foi desenvolvida uma Rede Neural Artificial (RNA), que demonstrou
eficiência na predição das tensões residuais e da rugosidade para os materiais estudados. Os resultados indicaram
que o torneamento gerou tensões residuais de maiores magnitudes na direção tangencial ao avanço da ferramenta
de corte e que o avanço foi o parâmetro de corte de maior influência nas tensões residuais, na qualidade da
superfície usinada e nas forças de usinagem. Notou-se que um melhor acabamento superficial pode ser obtido
empregando-se ferramentas de corte wiper com avanços elevados.

es_ES
Area de Usuario

Regístrate con tu correo y contraseña para acceder al panel de usuario y ser parte del CIBIM.

Si ya estás registrado, ingresa con tu correo y contraseña.