Fecha límite para el envío de resumenes: 21/Abril/2024

A utilização de fontes limpas e renováveis é uma prática que ganha cada vez mais espaço e visibilidade tratando-se do setor de geração de energia. Diariamente, recursos são despendidos em busca de novas tecnologias e novos combustíveis que se adequem às exigências de redução de emissão de poluentes, emissão de gás carbônico e uma política de desenvolvimento sustentável. A maior parte da energia consumida, tanto no Brasil quanto no mundo, vem principalmente de fontes não renováveis de energia, como o petróleo e gás natural e mais de 50% da produção mundial de energia depende do gás natural e do petróleo [1]. Devido ao grande potencial poluidor e à possibilidade de esgotamento das reservas de petróleo [2], a busca por fontes renováveis para a produção de combustíveis é essencial para o desenvolvimento sustentável.  Biocombustíveis são derivados de biomassa renovável que podem substituir, parcial ou totalmente, combustíveis derivados de petróleo e gás natural em aplicações de geração de energia. Dentre os biocombustíveis mais utilizados, pode-se citar o etanol, biodiesel, diesel verde (HVO), e também combustíveis gasosos com potencial de inserção na matriz energética brasileira, sendo um dos principais o biometano.

O biometano é definido como um combustível a base de metano, sendo este obtido a partir do processo de purificação do biogás, onde aumenta-se a concentração de metano no combustível [3,4]. Assim, do ponto de vista ambiental por meio da avaliação do ciclo de vida (ACV), a substituição dos combustíveis gasosos, principalmente o GNV, acarreta na redução de emissões de gases de efeito estufa [5].

O estudo foi feito considerando-se o biometano como combustível para o setor de transporte leve brasileiro, em substituição do GNV. Para ambos os cenários foram considerados os equipamentos utilizados no processo de produção de cada combustível, levando em conta as emissões associadas e utilização de recursos e energia, etapas de transporte e armazenamento de cada combustível, considerando as limitações geográficas do estudo e utilização de energia e matérias primas e por fim, a aplicação do combustível no setor de transporte comercial leve brasileiro, onde considerou-se veículos equipados com o motor F1C-CNG da fabricante de motores FPT Industrial.

Os dados de inventário para a ACV foram obtidos a partir de estudos publicados anteriormente, base de dados disponíveis e validadas – como a Ecoinvent e Agrofootprint. Os fatores de emissão para a utilização dos combustíveis no motor e por fim, na aplicação do veículo foram obtidos por meio de estudos experimentais (fatores de emissão no motor) e simulação por meio do software GT-Suite (condições de rodagem com o veículo equipado com o motor F1C-CNG). Os cálculos da ACV foram realizados com o auxílio do software Simapro, que é uma importante ferramenta para a realização de ACVs, onde foram avaliadas as categorias de impacto ambiental de emissões para a atmosfera. A unidade funcional deste estudo foi adotada como sendo a emissão de poluentes em kg/km rodados pelo veículo.

Referências

[1]          EPE. Balanço Energético Nacional. 2023.

[2]          Ghesti G. Preparação e caracterização de catalisadores para produção de biocombustíveis 2011.

[3]          Zang JW, Martins KF, Da Fonseca-Zang WA. Life Cycle inventory for biomethane as a diesel substitute for the Brazilian ethanol industry – Case study. Energy Procedia 2018;153:444–9. https://doi.org/10.1016/j.egypro.2018.10.048.

[4]          Owczuk M, Matuszewska A, Kruczyński S, Kamela W. Evaluation of using biogas to supply the dual fuel diesel engine of an agricultural tractor. Energies 2019;12. https://doi.org/10.3390/en12061071.

[5]          Van Mierlo J, Messagie M, Rangaraju S. Comparative environmental assessment of alternative fueled vehicles using a life cycle assessment. Transp Res Procedia 2017;25:3435–45. https://doi.org/10.1016/j.trpro.2017.05.244.

es_ES
Area de Usuario

Regístrate con tu correo y contraseña para acceder al panel de usuario y ser parte del CIBIM.

Si ya estás registrado, ingresa con tu correo y contraseña.